Insight #02: A importância da Família

Atualmente, creio ser um privilégio, uma verdadeira riqueza, ter e viver em família. Definição: um grupo de pessoas que possuem grau de parentesco entre si e vivem na mesma casa formando um lar! Entretanto, me atrevo a desmistificar tal definição, pois, a falta alguns “elementos”, se assim posso chamar, fazem com que deixe de haver uma família, para em seu lugar existir um grupo de pessoas, com laços consanguíneos, vivendo sob o mesmo teto.

A importância da Família em nossas vidas
Imagem/Reprodução: The American Action Forum

Para ser família, tem que SER sinônimo de AMOR.

Podemos ter uma família, mesmo sem laços de sangue, morando em casas diferentes e, assim mesmo formarmos um lar. É o compartilharmos sentimentos, dar apoio, estar disponível para o outro, uma palavra amiga, o acolhimento, àquele “puxão de orelha”, para chamar o outro para a realidade, olhando bem dentro dos olhos e ter a sinceridade de dizer: você está errado, se corrija enquanto é tempo.

E, quantas vezes, nos piores momentos da vida justamente quando precisamos de um “ombro amigo”, nos surpreendemos em recebermos apoio de uma pessoa estranha, com a qual nem tínhamos tanta intimidade e proximidade. Nessa hora, buscamos alguém da “família” e aí descobrimos que a tal pessoa, simplesmente sumiu, evaporou.

Por incrível que pareça, podemos descobrir uma família no ambiente de trabalho, colegas de jornada, mas que naquela hora “H”, estendem a mão e dizem: tudo bem, estou aqui e pode contar comigo.

Família é e sempre será importante!
Imagem/Reprodução: LovetoKnow

Particularmente, posso dizer que tenho amigos, colegas, que me fazem sentir tão amada e acolhida, que os sinto como verdadeiros irmãos, são o meu núcleo familiar e para os quais posso correr e que sempre irão me acolher, estender a mão, e até mesmo uma “bronca” daquelas, que resulta em um grande aprendizado de humildade, para não voltar a cair em tentação.

Família para mim é um grande Laço de Fita, bem apertado onde se juntam uma imensa gama de sentimentos: amor, solidariedade, amizade, gratidão, compaixão, saudade, às vezes, tristeza e lágrimas (fazem parte da vida por mais que nos doa).

Finalmente, um pequeno detalhe que faz toda a diferença: em algum momento, o dinheiro, entrou nessa relação? O dinheiro, é ótimo desde que não sirva de moeda de troca em família. Por incrível que pareça, existem pessoas que, em sua arrogância, acreditam poder formar uma “família”, alicerçada no poder econômico, isto se chama “Império Econômico”, mas uma família NÃO.

Sonia Maria

Meu nome é Sonia Maria, sou carioca, com muito orgulho, advogada, empresária. Nas horas vagas adoro ler bons livros, dançar, viajar, namorar. E sou uma pessoa bastante obstinada, sei ser paciente, aliás, a paciência, é fundamental para que não desistamos dos nossos objetivos.