O flagelo das Guerras e suas consequências

A hora do almoço, especialmente, aos Domingos é um momento especial para mim, pois, é dia de almoço sem correria e olho no relógio por causa do trabalho. Televisão ligada, e no intervalo do programa, ocorre a inserção do comercial mostrando o trabalho desenvolvido pelos “Médicos sem Fronteiras“, o trabalho por eles realizado (muito bonito, por sinal).

O Flagelo das Guerras
Fonte da imagem: Porta Aberta

O filmete, mostra a miséria na África, em Niger, ocasionada por um dos maiores flagelos no mundo: a GUERRA. Então, paramos de almoçar e ficamos nos perguntando: por quê, ao invés dos governantes, de países conflituados, usarem “rios” de dinheiro na fabricação e compra de armamentos, não o utilizam para combater a miséria, a fome? Porque, a guerra, inspirada em interesses escusos, serve para manter o povo sob um jugo perverso, desumano.

E, povo fragilizado não reivindica nada, sequer tem como saber quais são os seus direitos. As crianças, como sempre, são as maiores prejudicadas. Porém, crianças, como todos sabemos, são o futuro de um país. Aí, meus caros me vem a pergunta: poderá a África ter um futuro, com cidadãos famintos, sem estudo, sem vontade, pessoas invisíveis aos próprios olhos?

O mais grave, as guerras, estão em várias partes do mundo: no Oriente Médio, no Leste Europeu, em alguns países da América do Sul (a guerra do tráfico, terrível realidade), todas elas espalhando infelicidade, miséria, atraso, total entrave ao progresso.

O Flagelo das Guerras no Mundo
Fonte da imagem: El Nacional

Os que acompanham os noticiários, sabem do que estou falando: não é novidade para ninguém. A todo instante, nos deparamos com depoimentos de pessoas acerca das desventuras vividas por famílias inteiras por conta do tráfico de drogas, que é uma guerra, e que não só rouba a vida, mas também rouba milhões que poderiam ser empregados no combate à fome. Os países, fazem campanha para ganhar a guerra contra o tráfico. E pergunto: será que vamos ganhar essa guerra? Tomara que sim.

Infelizmente, são várias as guerras e seus motivos: guerra de egos (uns querendo ser melhores do que os outros), guerra religiosa (usam a religião como pretexto, esquecendo os ensinamentos cristãos) guerra política (usam o povo para servir aos seus interesses), guerra entre casais (uns usam até os filhos, como verdadeiras armas para derrubar o outro), guerra do trânsito (o que vale é promover a sinfonia de buzinas e desrespeitar as normas vigentes), guerra promovida pelos que agridem a natureza (a mudança no clima, já reflete essa realidade).

O Flagelo das Guerras no Mundo
Fonte da imagem: Público

Agora, poderá o cidadão de bem, combater essa GUERRA nossa de cada dia, promovendo uma GUERRA inversa? A GUERRA da PAZ, explico: cada um  de nós (sei que não é fácil, também faço parte desse “cenário), se auto revolucionando, tendo como exemplo alguns mitos do nosso tempo,  tais como: Martin Luter King, Mahatma Gandhi, Indira Gandhi, Buda, para citar apenas alguns. Eles lutaram pela PAZ, deixaram um legado, porque levantaram suas bandeiras divulgando suas ideias sem jamais esmorecer.

Na sociedade dita “moderna”, podemos combater essas guerras, contribuindo de alguma forma: usando as redes sociais, organizando debates e seminários, trocando experiências, visando meios de cobrar dos governantes, que usem o dinheiro público (seu, meu, nosso) para financiar projetos voltados para o combate a fome, ensinando a combater o desperdício, programas de capacitação do cidadão para o mercado de trabalho, tendo como resultado melhores salários, programas voltados para incrementar o ensino técnico nas redes públicas, campanhas voltadas para que as empresas criem  mais vagas para os jovens aprendizes, em um número mais expressivo do que o já existente.

Dinheiro no Brasil
Fonte da imagem: Blog Eurodata

E, que tal uma campanha para o combate a cobrança excessiva de impostos, haja vista sermos o país com uma das maiores cargas tributárias do mundo. Desse modo, haveria mais verba disponível, para o combate a violência, gerada pela ausência do estado, em especial, na camada mais pobre da população. Além do mais, essa ausência do estado, que resulta na falta de serviços primordiais, é a principal fonte que alimenta a violência.

Todos nós, podemos ser os construtores de uma nova mentalidade, aonde o verbo compartilhar não seja apenas uma utopia, mas sim uma realidade. Temos ainda, brasileiros, que mesmo não estando mais entre nós, deixaram um grande legado que demonstra como o compartilhar, pode ajudar a combater e vencer muitas guerras, sem as chamadas “armas de fogo”.

Para citar apenas dois, que me vêem a mente: Ayrton Senna da Silva (Instituto Ayrton Senna) com um trabalho voltado para a área de educação e Antônio Ermírio de Moraes, empresário, escritor e que sempre voltou seus olhos para os menos favorecidos (com ajuda efetiva e não com “falsos favores”), homem simples, trabalhador incansável, se sentia feliz em saber que suas empresas criavam tantos postos de trabalho.

Ser Humano ajudando o próximo
Fonte da imagem: EyeBlog

Vamos começar a combater essas guerras, sei quanto é difícil, mas depende de cada um criar um mundo mais humano, mais igual, fazendo a nossa parte, lembrando que seremos igualmente beneficiados, porquanto aonde existe a solidariedade todos estamos criando uma sociedade, na qual o cidadão não precisará ficar prisioneiro do medo.

E não podemos negar que esse clima de violência. é responsável até pela nossa mudança de hábitos: ou é novidade que, muitas vezes, abrimos mão de um passeio, principalmente à noite, com medo de sermos assaltados, ou até mesmo quando voltamos da escola ou do trabalho, rezando para chegarmos ilesos em casa.

Sonia Maria

Meu nome é Sonia Maria, sou carioca, com muito orgulho, advogada, empresária. Nas horas vagas adoro ler bons livros, dançar, viajar, namorar. E sou uma pessoa bastante obstinada, sei ser paciente, aliás, a paciência, é fundamental para que não desistamos dos nossos objetivos.


  • Pedro Gouvea

    Adorei o post Sonia! 🙂

    Parabéns! Ótima edição Juan! 🙂

    • Sonia Maria Custodio

      Olá, Pedro

      Fico feliz que você tenha gostado. O Juan e eu adoramos nosso trabalho, razão pela qual, o resultado é àquele que buscamos, a qualidade aliada ao respeito aos nossos leitores.

      Abraços
      🙂 🙂 🙂

  • Marcelly Custodio

    Ficou D+++ Sonia o post!!! 🙂

    Um dos melhores já escritos e elaborados até o momento!

    • Sonia Maria Custodio

      Marcelly, bom dia

      Legal você ter gostado, amiga.

      Abraços

      🙂 🙂 🙂

  • Lucas Andrade

    Olha, mais um artigo de qualidade que completa ainda mais o blog… Parabéns à todos responsáveis por manterem o blog no ar,com infraestrutura e qualidade de sempre! Ah! comentei tb no TFX hoje: http://www.tfxbrasil.com/2014/09/debate-01-xbox-one-vs-playstation-4.html

    De resto é isso, sucesso para o blog Sonia Ideias e o TFX!!!!!

    😀 😀 😀

    • Sonia Maria Custodio

      Lucas, bom dia

      Continuamos empenhados em fazer o nosso melhor. O incentivo de nossos leitores, nos impulsiona a continuar nesse caminho.

      Sucesso para você também.

      Abraços

      🙂 🙂 🙂

  • Muito bom!

    As imagens, de fato, marcam bastante e trazem ao público um dinamismo e realismo mais aprimorado! 🙂

    Show!

    • Sonia Maria Custodio

      Adriana, bom dia

      Obrigada.

      Abraços

      🙂 🙂 🙂

  • Simplesmente demais! 🙂

    É o segundo artigo que mais gosto,o primeiro trata-se dos Videogames;
    Continuem assim!;

    • Sonia Maria Custodio

      João Pedro, bom dia

      Obrigada por continuar acompanhando o nosso trabalho.

      Abraços

      🙂 🙂 🙂

  • Sem palavras para descrever o tão profundo e maravilhoso conteúdo apresentando em seu blog! A todos, meus parabéns!!!

    • Sonia Maria Custodio

      Eduardo, boa tarde

      Obrigada pelo incentivo.

      Abraços
      🙂 🙂 🙂

  • Porque?

    Desculpas pela demora em realizar este comentário em tu blog! 🙁 Mas, estou aqui de volta! Venho prestigiar cada vez mais as matérias e outras novidades em tu fórum.

    Vamos lá! 🙂

    1. Porque, …, vocês estão ganhando cada vez mais gosto das pessoas no Facebook?
    Resposta: Simples! Pois estão se empenhando dia pós dia para trazer conteúdo que seja benéfico ao leitor, de certa forma estando correcto ao simples fato de se “colocar” no lugar do leitor/internauta que acessa tu blog!!

    Continuem assim!!!

    Grande Abraço para toda Equipa! :=)

    • Sonia Maria Custodio

      Marcos, boa noite

      Bom tê-lo de volta, prestigiando o nosso blog.

      Abraços e tudo de bom para você!

      🙂 🙂 🙂