Insight #01: O poder do amor verdadeiro

Amar“, uma palavra muito falada, cantada em verso e prosa, propalada aos quatro ventos pelos defensores dos “direitos humanos” e, por incrível que pareça, até pelos políticos em seus discursos inflamados por marqueteiros, em especial, em época de eleições. No entanto, realmente sabemos o real significado do amor em nossas vidas?

Ame os outros como gostaria
Imagem/Reprodução: WallpaperUP

Porém, será que a maioria das pessoas sabe o significado da palavra AMOR? Pode até ser que saibam o significado, a definição encontrada nos dicionários, mas sentir o AMOR em sua essência, isso é para muito poucos. A riqueza de tal sentimento deve ser permeada pela seguinte indagação: sou capaz de me amar, me aceitar como sou e, mais ainda, tenho dentro de mim a capacidade e o desejo de aprender a amar?

É, existem pessoas que pensam que amam, porém muitos me dizem “ah eu amo a minha maneira” e, a maneira do outro, não importa? O AMOR, como o entendo e sempre vivenciei, tem que ser uma “troca“, ou seja, temos que amar como gostaríamos de ser amados. Como assim, dirão vocês: simplesmente se colocando no lugar do outro. Pensem comigo, não é concordar em tudo com o outro, pois, se assim fosse você deixaria ser quem é, para se tornar uma cópia fiel do ser amado.

É antes de tudo tornar a convivência um aprendizado constante, aceitar o outro como ele é, o querer mudar para melhor e ajudar o outro a fazer o mesmo, é uma verdadeira “aula” de aprimoramento do bem viver, no qual em primeiro lugar tem que vir uma palavra fundamental em qualquer relacionamento, respeito.

O poder do amor verdadeiro
Imagem/Reprodução: LinkedIn Learning Blog

AMOR que mereça esse nome, tem que fazer a pessoa crescer em todos sentidos seja no emocional, (a pessoa o faz se sentir feliz, pelo simples fato de existir) no físico (é aquela vontade de estar mais belo para o outro), no espiritual (a vontade de se conectar a uma força SUPERIOR de muita LUZ) e, até intelectual e profissionalmente (adquirir mais conhecimento para evoluir na carreira).

Agora se a pessoa que está a seu lado, seja qual for o laço que os une, pais, filhos, irmãos, amigos, namorado, noivo, marido, companheiro, o levar para o tortuoso caminho do desencanto, da mágoa, do desrespeito, tirando de você a alegria, àquela vontade de melhorar, se cuidar, de achar que a vida é bela mesmo em dias nos quais você se depara com uma imensidão de problemas, e que ao invés de dizer, tenho orgulho de você, lhe diz coisas do tipo: “você me enche o saco”, (desculpem o linguajar chulo) você não sabe falar, então procure sair da vida dessa pessoa o mais rápido que puder, enquanto é tempo, para acima de tudo lembrar que deve amar a si mesmo, e isso inclui não se deixar destruir por alguém, por mais que isso lhe doa, dê-se o direito de sair da vida dessa pessoa e encontrar alguém que saiba AMAR.

O poder do amor autêntico em nossas vidas
Imagem/Reprodução: Meridian

E trate de descobrir, antes que seja tarde, que estar sozinho com seus melhores sentimentos, é mil vezes melhor do estar “acompanhado“, mas imensamente infeliz, buscando se iludir com algo que não existe e jamais existirá um AMOR que só vive na sua imaginação.

Sonia Maria

Meu nome é Sonia Maria, sou carioca, com muito orgulho, advogada, empresária. Nas horas vagas adoro ler bons livros, dançar, viajar, namorar. E sou uma pessoa bastante obstinada, sei ser paciente, aliás, a paciência, é fundamental para que não desistamos dos nossos objetivos.