Nature #02: Maravilhas Noturnas

A natureza, sempre ela, por mais que tentemos desvendar seus mistérios, sempre consegue nos surpreende de várias maneiras. E, entre elas um dos fenômenos mais surpreendentes, a Aurora Boreal, entre outros sobre o quais passarei a falar, tentando passar aos que me leem a história de encantamento que envolve esses fenômenos.

Maravilhas Noturnas Natureza
Imagem/Reprodução: National Geographic

O fotógrafo coreano Chul Know há 24 anos, segue o fenômeno captando fotos. No povoado de Aurora, em Yellowknife, Canadá, ele logrou registrar mais um belo espetáculo de luzes. As luzes aparecem pairando acima das teepees – que são tendas de lona típicas dos povos nativos da região – formando um cenário deslumbrante. Todo ano, milhares de turistas viajam até a capital do Território Noroeste do país para ver o fenômeno.

A aurora boreal é o resultado da energia liberada por campos magnéticos solares. Na Terra, essa energia interage com oxigênio e nitrogênio para produzir um show de luzes vermelhas, verdes e roxas. O fenômeno, na maioria das vezes avermelhado ou esverdeado, ocorre o ano todo na região polar, porém não tem como ser visualizado no verão em decorrência da claridade do céu tanto de dia quanto à noite.

Maravilhas Noturnas Natureza
Imagem/Reprodução: National Geographic

A partir do outono no Hemisfério Norte, grupos de turistas vão até o norte da Noruega e da Finlândia para tentar visualizar esse fenômeno absolutamente fantástico, mas ao mesmo tempo imprevisível, a Aurora Boreal. A partir do outono, entre setembro e outubro, a escuridão no fim da tarde e à noite nos permite observar as auroras até março ou abril. As auroras ocorrem quando “ventos” de partículas carregadas de energia do Sol interagem com gases da atmosfera terrestre.

No setor de turismo, as agências especializadas, se dedicam a estudar as informações meteorológicas a fim de encontrar o melhor lugar para que os turistas possam ver as luzes a cada dia, mas a maior dificuldade é que as auroras são imprevisíveis. E é, por essa razão, que tais turistas que seguem a sua procura, são denominados de “caçadores de auroras”. As excursões para os lugares onde é possível ver o fenômeno são feitas em micro-ônibus ou em trenós puxados por cães, especialmente para chegar em áreas de difícil acesso.

Maravilhas Noturnas Natureza
Imagem/Reprodução: National Geographic

Além do esplendoroso espetáculo da Aurora Boreal, existe também um outro fenômeno, tão espetacular quanto esse, e que foi até exaltado em um filme chamado O Sol da Meia – Noite, de 1986 com uma trilha musical belíssima chamada “Say You, Say Me” na voz de Lionel Richie em uma região mais ao norte da Suécia, a Lapônia, – um patrimônio da humanidade – no verão é possível ver o sol brilhando à meia-noite. Ao cruzar a Lapônia, se pararmos em um ponto da estrada teremos uma experiência muito especial, ou seja, cruzar o Círculo Polar Ártico.

Há uma linha imaginária que marca a fronteira, a partir de onde nessa época do ano, no verão da Suécia, é possível ver o sol brilhando à meia-noite. E pergunto: pode haver algo mais belo e ao mesmo tempo inexplicável e misterioso, do que o astro rei brilhando poderoso à noite? Na Lapônia, o sol se mostra o tempo todo, durante o dia e à noite. Luossaraara, em Kiruna, é a cidade mais ao norte de toda a Suécia. O local é o melhor do país para assistir a um espetáculo que só acontece no verão: o sol brilhando com intensidade, em toda sua beleza, à meia-noite. É, uma dádiva da natureza.

Maravilhas Noturnas Natureza
Imagem/Reprodução: National Geographic

Além desses fenômenos excepcionais, que permeiam a noite, um outro acontecimento também merece registro: um tipo de morcego europeu que é capaz de usar padrões de dispersão da luz do sol para programar sua bússola interna para conseguir caçar após o anoitecer, algo visto em outras espécies de animais, mas inédito nos mamíferos, segundo os cientistas.

O animal deixa seu abrigo em cavernas, árvores e prédios à noite para caçar insetos, frequentemente percorrendo centenas de quilômetros e voltando antes do amanhecer para evitar os predadores. Há muito tempo os pesquisadores se perguntavam se os morcegos conseguiriam ler o padrão da luz solar dispersa na atmosfera, a chamada polarização, para se orientar pelo campo magnético da Terra. Esses padrões dependem da posição do sol no céu e são usados por insetos, aves, peixes, anfíbios e répteis para a navegação.

Maravilhas Noturnas Natureza
Imagem/Reprodução: National Geographic

Controladores naturais de pragas, os morcegos estão em declínio em toda a Europa. “Qualquer coisa que nós possamos fazer para entender como eles circulam, como se movimentam e navegam será um passo adiante para ajudar a protegê-los”, declarou o cientista Richard Holland.

Afinal, a existência de todos esses fenômenos, serve de ânimo aos amantes da natureza, porque podem ter a certeza de que por mais que alguns seres humanos tentem destruí-la, com seus atos impensados e egoicos, a sua força conseguirá sempre superar todas as barreiras necessárias a sua renovação e desenvolvimento.

Saiba mais: Confira o Nature #01: Oceano! 🙂

Avaliem o Nature #02 nos comentários! 🙂
Próximo episódio: Nature #03: Vida Selvagem…

Sonia Maria

Meu nome é Sonia Maria, sou carioca, com muito orgulho, advogada, empresária. Nas horas vagas adoro ler bons livros, dançar, viajar, namorar. E sou uma pessoa bastante obstinada, sei ser paciente, aliás, a paciência, é fundamental para que não desistamos dos nossos objetivos.


  • Pedro Gouvea

    Parabéns Sr. Juan e Sr.a Sonia! 🙂

    Ficou muito, mais muito bom, parabéns pelo excelente trabalho! 🙂

    Abraços!

    • Sonia Maria Custodio

      Sr. Pedro, boa noite

      Ficamos felizes que o senhor tenha gostado, considerando que é um dos nossos leitores mais assíduos.

      Abraços

      🙂 🙂 🙂

  • Marcelly Custodio

    Adorei Querida Sonia! 🙂

    Quando chega o 3, nature 3, cade??

    hahaha

    abraços querida sonia!

    • Sonia Maria Custodio

      Marcelly, boa noite

      Querida leitora, se você adorou, nos sentimos muito gratificados. O nature#03, será publicado na próxima semana.

      Abraços mil

      🙂 🙂 🙂

      • Sonia Maria Custodio

        Marcelly, boa noite

        Desculpe, mas só hoje, estou vendo esse comentário. Obrigada, desde logo, pela sua compreensão!

        Abraços mil

        🙂 🙂 🙂

  • Adorei, estava mt ansioso, agora, quando sai o Nature #03??

    • Sonia Maria Custodio

      Olá, Angelo

      Adoramos saber que você gostou. Quanto ao Nature#3, vamos publicar semana que vem.

      Abraços
      🙂 🙂 🙂

  • Uau! 😮

    Parabéns, simplesmente….. …. ….. Sem palavras!!! 🙂

    • Sonia Maria Custodio

      Fábio, boa noite

      Obrigada pelo incentivo.

      Abraços
      🙂 🙂 🙂