Nature #03: Vida Selvagem

Vamos lá em direção a mais uma viagem, desta vez, percorrendo os insondáveis e surpreendentes caminhos da vida selvagem. E, como não poderia deixar de ser, os animais não estão imunes as ameaças daqueles que deveriam protegê-los e não o fazem: o homem, lamentavelmente, um dos maiores predadores da natureza e dos seres que nela habitam.

Vida Selvagem Natureza Curiosidades
Imagem/Reprodução: National Geographic

O ser humano, que tinha e tem a obrigação de proteger toda e qualquer espécie de vida, por mais selvagem que seja, se comporta de forma inconsciente quando não, muitas vezes conseguindo superar em determinadas situações, a selvageria além do imaginável ou compreensível para o “homo sapiens”, porque a primeira vista, temos uma vantagem sobre os demais seres que habitam nosso planeta: somos seres pensantes, racionais, ou pelo menos é isso que se espera de cada um de nós.

O tatu-bola, que foi o animal-símbolo da Copa do Mundo de 2014, vem ao longos dos anos vendo o risco de extinção sendo aumentado. Segundo informações do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), ligado ao Ministério do Meio Ambiente, informou ao portal G1 que, o Brasil, deverá anunciar em novembro deste ano a piora na classificação do status de conservação do tatu-bola, que passará de “vulnerável” para “em perigo” – significa dizer que há uma mensagem de que devem ser implementadas políticas públicas mais eficientes que impeçam a continuidade dessa destruição.

Artigo Vida Selvagem Natureza
Imagem/Reprodução: National Geographic

Os cientistas calculam que entre 2002 e 2012, ocorreu uma redução de 30% do total de exemplares dessa espécie, distribuídos entre os biomas Caatinga e Cerrado. Porém, não há uma exatidão acerca da população existente no Brasil, em razão de serem necessários mais estudos para se estabelecer o tamanho real dessa espécie. O animal, a semelhança do que foi feito pela seleção do Irã, foi escolhido pela FIFA para ser a mascote oficial da Copa do Mundo de 2014, batizado de Fuleco, nome escolhido pelo público, e é uma mistura das palavras futebol e ecologia.

A relação desta espécie de tatu com o futebol é o formato de bola que adquire ao se defender de predadores. Ao perceber a presença de onças ou raposas, seu corpo se contorce e, o animal, esconde partes frágeis como o tronco, a cabeça e as patas no interior de uma dura carapaça, que se fecha e fica em formato de bola. E, ele, consegue ficar nesta posição de defesa por mais de uma hora, até que a situação de perigo passe. Entretanto, esse instinto de defesa o deixa frágil, exposto a caçadores, que ainda procuram espécimes pelo Nordeste e Centro-Oeste do país para consumo.

Nature Vida Selvagem Natureza
Imagem/Reprodução: National Geographic

A União Européia, por sua vez terá a missão de proteger 29 espécies de borboletas ameaçadas, pois, em 15 anos, houve queda de 70% na população de diferentes espécies. E, uma organização ambiental européia, lançou um guia com orientações de como proceder para preservar espécies de borboletas que vivem no continente e são consideradas como “ameaçadas de extinção”.

A revista “Nature Conservation“, noticiou que existem 29 espécies relatadas pela União Européia. Os países-membros, desde o lançamento desse guia, terão que tomar a si o compromisso de fornecer informações acerca das medidas corretas para proteger os insetos, bem como definir e cumprir metas internacionais de biodiversidade. O documento dá informações detalhadas sobre cada inseto, bem como as exigências para conservar seus habitats e plantas utilizadas pelas borboletas como local para desova e alimentação.

Vida Selvagem Natureza Curiosidades
Imagem/Reprodução: National Geographic

O relatório, afirma que as borboletas europeias se encontram em constante ameaça. Senão vejamos: cerca de 10% de todas, vejam bem, todas as espécies correm o eminente risco de desaparecer. As estatísticas, mostram que infelizmente ocorreu uma queda de 70% na população de 17 diferentes espécies nos últimos 15 anos. Há entre tantas outras causas desta diminuição, a destruição de áreas, transformadas pela agricultura e, algumas, abandonadas posteriormente.

Consoante a publicação, as borboletas, são importantes indicadores do meio ambiente, porque respondem de forma extremamente rápida a possíveis alterações do habitat. E, acima de tudo isso, as borboletas, são uma visão mágica a colorir qualquer ambiente, são a perfeita tradução do quanto pode a natureza nos brindar com uma espécie de tanta leveza e elegância, em seu voo, um verdadeiro balé com uma coreografia perfeita criada por DEUS.

Vida Selvagem Natureza Curiosidades
Imagem/Reprodução: National Geographic

Porém, existem além das borboletas e do tatu-bola, outra enorme gama de animais que estão ameaçados de extinção e, é por eles que vamos começar o nosso “roteiro”: o primeiro deles, é o guepardo asiático que foi retratado nas camisas do uniforme da seleção iraniana de futebol, na Copa do Mundo de 2014 no Brasil. A seleção se utilizou desse tipo de “publicidade”, como forma de chamar a atenção do mundo para o problema. O guepardo asiático, também é conhecido como cheetah asiática (Acinonyx jubatus venaticus).

A iniciativa foi parte de uma campanha visando a preservação do animal, seriamente ameaçado de desaparecer totalmente. Para se ter uma ideia do problema, somente 300 guepardos ainda vivem na natureza, e 100 deles no Irã, como informa o parque Miandasht Wildlife Refuge. O time do Irã foi eliminado da Copa, mas as próprias autoridades do Irã acharam válida a atitude em defesa dessa espécie, por acreditarem ter ajudado na conscientização da importância de preservá-la.

O guepardo é muito conhecido por sua velocidade. As pessoas que já tiveram o privilégio de ver esse belo animal em sua corrida, que alia a beleza a velocidade, sabem do que estou falando. E, mais ainda, os amantes de corridas e de carros de alta performance, poderão compará-lo a um felino com alma de touro, uma Lamborghini.

Entretanto, nem tudo está perdido e, por isso vou falar sobre algo que muito me emociona no mundo animal: a sensibilidade e o carinho entre algumas espécies de fêmeas e seus filhotes. Há no mundo selvagem – às vezes não tão selvagem assim – um belo exemplo disso: o carinho entre panda e seu filhote. A Panda Mei Xiang deu à luz a uma fêmea em agosto, em Washington. A parte dissonante desse festejado acontecimento, é que essa espécie é também considerada ameaçada de extinção.

Vida Selvagem Natureza Curiosidades
Imagem/Reprodução: National Geographic

Cientistas do Zoológico Nacional Smithsonian, em Washington, divulgaram um vídeo que mostra a Panda Mei Xiang com seu filhote recém-nascido. As imagens mostram a mamãe panda em gestos de carinho explícito com o novo exemplar da espécie, uma fêmea, nascida em 23 de agosto. O primeiro filhote dela nasceu em 2005 e agora vive na China.

O seu segundo filhote morreu seis dias após o nascimento, em 2012. Os técnicos do Zoo, há pouco tempo, realizaram testes de DNA com um panda macho para confirmar se ele seria o pai da pequena filhote. A análise concluiu que o panda Tian Tian, deste, mesmo Zoo, é o pai da cria nascida em 23 de agosto.

As pandas gigantes são uma das espécies mais ameaçadas do mundo. O habitat natural dessa espécie se localiza em algumas cadeias de montanhas no centro da China. Há cerca de 1.600 deles vivendo em estado selvagem e cerca deles em cativeiro, principalmente, na China.

Caros leitores, mesmo com todo esse quadro de extinção que vêm sofrendo os animais, de diversas espécies, como otimista incorrigível que sou, acredito que ainda é tempo de revertermos esse quadro.

Temos aí, o caso dos ambientalistas, das ONG’s não governamentais, e os amantes da natureza que, mesmo de forma anônima, se empenham em resgatar a vida e a preservação desses SERES e, de cada um de nós que podemos e devemos nos juntar a eles, enquanto é tempo.

Saiba mais: Confira a Série #Nature na íntegra!

Avaliem o Nature #03 nos comentários! 🙂
Próximo episódio: Nature #04: Aventura Gelada…

Sonia Maria

Meu nome é Sonia Maria, sou carioca, com muito orgulho, advogada, empresária. Nas horas vagas adoro ler bons livros, dançar, viajar, namorar. E sou uma pessoa bastante obstinada, sei ser paciente, aliás, a paciência, é fundamental para que não desistamos dos nossos objetivos.


  • Pedro Gouvea

    Olha, esse foi o melhor #Nature até o exato momento! Parabéns a todos (Sonia e Juan!)… Dupla Dinâmica, kkkk….

    • Sonia Maria Custodio

      Pedro, boa tarde

      Muito mas muito obrigada, em meu nome e no do Juan, meu filho do coração e, fiel e super talentoso colaborador!

      Abraços

      🙂 🙂 🙂

  • Lucas Andrade

    Muito show! Adorei Sonia1

    • Sonia Maria Custodio

      Lucas, boa noite

      Grata. Tudo de bom para você!

      Abraços

      🙂 🙂 🙂