Nature #12: Floresta Amazônica

A maior floresta tropical do mundo, é também uma imensa “caixinha de surpresas”, pois, além da beleza e de uma gama de recursos naturais sobejamente conhecidos, existem tantos outros igualmente valiosos, mas pouco revelados, um em especial, o nióbio, sobre o qual falarei mais adiante.

Tunel do Amor
Imagem/Reprodução: National Geographic

Situada ao norte da América do Sul, seu território se estende por nove países:Guiana Francesa, Venezuela, Colômbia, Peru, Bolívia, Equador e, a maior parte encontra-se no Brasil.

No nosso país essa área alcança os estados do Amazonas, Amapá, Rondônia, Acre, Pará e Roraima. A floresta tropical aonde a luz não consegue penetrar em boa parte, se deve ao fato dela ser muito fechada, com árvores de grande porte, muito próximas umas das outras. O solo não é muito rico, possuindo tão somente uma fina camada de nutrientes, formada pela decomposição das folhas, frutos e animais mortos.

Os exemplos de animais típicos desse paraíso são muitos, tais como: macacos, cobras, marsupiais, tucanos, pica-paus, roedores, morcegos, para citar apenas alguns. É uma região de clima com temperaturas elevadíssimas, por estar situada próxima à linha do equador e, o índice pluviométrico, é bastante significativo. O calor é, por vezes, sufocante durante o dia, mas ao final da tarde a natureza sábia como ela só, presenteia a floresta com chuvas fortes que servem como uma verdadeira renovação da beleza dessa paisagem.

Tunel do Amor
Imagem/Reprodução: National Geographic

A Amazônia representa mais da metade das florestas tropicais ainda existentes no planeta, sendo a de maior biodiversidade entre todas as outras. Conforme divulgado dia 11 de novembro de 2011, em resultado preliminar pela Fundação New Seven Wonders, que promoveu um concurso, focado nas belezas naturais do mundo, a Amazônia, (um dos patrimônios do Brasil), está entre as “Sete Maravilhas Naturais do Mundo”.

Entretanto, existe um dado que não podemos ignorar por ser da maior importância e, ao mesmo tempo, alarmante: o desmatamento da Amazônia Legal, aumentou alarmantes 195%, e tais áreas compreendem principalmente o Mato Grosso e Amazonas. O índice ora mencionado, foi maior em março deste ano em comparação ao número registrado neste mesmo mês no ano passado. De acordo com o Sistema Alerta de Desmatamento (SAD), foram desmatados 58 quilômetros quadrados em março de 2015 e, 20 no ano de 2014.  As áreas se concentraram principalmente, Tocantis no Mato Grosso, com 76%, e no Amazonas, com 13%.  Os menores índices foram em Rondônia (8%), Tocantis (2%) e Pará (1%). Os números indicam que a maioria do desmatamento se deu em áreas privadas, com um índice assustador: 86%.

Além do mais são 15 quilômetros quadrados de florestas degradadas, intensamente exploradas pela atividade madeireira e por um número cada vez maior de queimadas .  Tal levantamento, monitorou 47% da área florestal na Amazônia Legal.  Os demais 53% do território eleitoral estavam cobertos por nuvens, o que tornou mais difícil a detecção do desmatamento e da degradação florestal. Em decorrência disso, os dados ora apresentados podem sofrer variações. O desmatamento, a meu ver, é um dos maiores crimes praticados pelo homem, contra uma natureza que ali está para ser admirada, amada, reverenciada até.  E, desde quando tem o homem,  direito de destruir algo criado por DEUS para dar vida a todos nós. A floresta significa saúde, e é conhecida como “pulmão do mundo”. Todos devemos muito a ela, por tornar melhor o ar que respiramos, por compartilhar com o mundo o seu melhor.

Tunel do Amor
Imagem/Reprodução: National Geographic

O “caldeirão” de riqueza chamado Amazônia, possui uma que vem despertando a cobiça de muitos e, pouco conhecida da maioria dos brasileiros: o nióbio (segundo artigo publicado pelo jornalista Sérgio Rocha – LINK) que tem como foco principal o chamado jornalismo investigativo. A matéria, discorre sobre as mil e uma aplicações do nióbio que são infinitas, sendo que o mesmo serve para elevar a resistência do aço e, a adição deste, é mais eficiente do que o vanádio (é um elemento químico da tabela periódica) ou o titâneo (é TI da tabela periódica). O mineral tem 98% de suas reservas conhecidas no mundo, no Brasil. No Amazonas se encontram 21% desse total.

A região é o lar de  cerca de 2,5 milhão de espécies de insetos, dezenas de milhares de plantas e cerca de 2.000 aves e mamíferos.  A região abriga até o presente, pelo menos 40.000 espécies de plantas, 3.000 de peixes, 1.294 aves, 427 mamíferos, 428 anfíbios e 378 na répteis foram classificadas cientificamente. E, um em cada cinco pássaros do mundo vivem nas florestas tropicais desse fantástico e inigualável “mundo”. Os cientistas listaram entre 96.660 e 128.843 espécies de invertebrados só em nosso país.

A bacia amazônica é a maior bacia fluvial do mundo. A foz do Amazonas está no lado ocidental da ilha de Marajó.

Tunel do Amor
Imagem/Reprodução: National Geographic

O encontro das águas entre o Rio Solimões e Rio Negro é um fenômeno que acontece na confluência dos dois rios. O primeiro, de água barrenta e, o segundo, de água preta. Os dois correm lado a lado sem se misturar por uma extensão de mais de 6 km. É uma das principais atrações turísticas da cidade de Manaus. O passeio, que tive o privilégio de fazer, é algo tão emocionante que jamais esquecerei. Na ocasião, a quase totalidade dos turistas que se encontravam no barco eram estrangeiros e, a forma como se referiam ao que viam, o deslumbramento ante uma natureza tão exuberante, me encheram de orgulho e me emocionaram, por ver que tantas pessoas conseguiam apreender algo tão precioso nosso Brasil: a mágica fábrica da perfeita tradução do belo. Recomendo, aos que me leem, que vejam de perto toda essa beleza, que não sabemos até quando será preservada, considerando os indesejáveis avanços do desmatamento.

Porém, sendo uma incorrigível otimista, acredito que a Amazônia irá superar todas as “agressões”, oriundas da cobiça desenfreada daqueles que em nada acreditam a não ser em único bem: o dinheiro. A vida, é muito mais do que amealhar bens materiais, afinal até hoje não conheci alguém que tenha levado consigo sua fortuna material ou comprado a eternidade com a mesma.

Saiba Mais: Clique aqui e confira em vídeo a Floresta Amazônica!

Tomemos como exemplo, entidades não governamentais e muitas pessoas que veem na Amazônia, uma riqueza que nenhum dinheiro pode comprar, (porquanto  representa a preservação da própria vida), e que lutam de forma incansável pela sua preservação. A floresta, é maior e mais forte do que  àqueles que a exploram de forma inconsequente, irresponsável e cruel:  ou será que alguém tem dúvida quanto a força da natureza quando resolve tomar de volta aquilo que lhe foi tirado?

Encerramos a nossa grande aventura por aqui… 🙂

Saiba mais: Confira a Série #Nature na íntegra!

Avaliem o Nature #12 nos comentários!
A série #Nature de 2015 termina por aqui! Voltamos em Fevereiro de 2016! 😉

Sonia Maria

Meu nome é Sonia Maria, sou carioca, com muito orgulho, advogada, empresária. Nas horas vagas adoro ler bons livros, dançar, viajar, namorar. E sou uma pessoa bastante obstinada, sei ser paciente, aliás, a paciência, é fundamental para que não desistamos dos nossos objetivos.