Nature #22: Natureza vencendo a civilização

Creio poder afirmar que, o HOMEM, é o maior predador que existe, pois, se dizendo animal racional, tem um comportamento incompatível com tal afirmação. A destruição do Planeta Terra, está aí como a maior prova do que digo. Senão como entender que, alguém que pense racionalmente, consiga ao mesmo tempo, ser capaz de destruir o seu próprio “habitat”.

Nesse episódio, vamos mostrar as principais paisagens que superaram os elementos e materiais que os seres humanos deixaram para trás. O resultado é sensacional! Então vamos lá! 🙂

1 – Árvore vs. Piano, na Califórnia, EUA

Natureza vencendo a civilização
Imagem/Reprodução: National Geographic

A árvore, abraça o piano, ou é por ela abraçado? Em meio a essa “lembrancinha” deixada por alguém que só quis se livrar do seu lixo, milagrosamente, sobrevive.

2 – Árvores vs. Concreto, em Hong Kong

Árvores vs. Concreto em Hong Kong
Imagem/Reprodução: National Geographic

Aqui caberia a seguinte legenda: “construir é o que importa”, a destruição da natureza, é apenas um mero detalhe.

3 – Flores vs. Ferroviária, em Paris, França

Flores em Paris
Imagem/Reprodução: National Geographic

Apesar de todo o esforço do homem, venceu a natureza, que teve a felicidade de contar com o descaso causado pelo abandono do ente público, mas a beleza foi preservada. Pelo menos, por enquanto.

4 – Árvore vs. Bicicleta, em Washington, EUA

Bicicleta em Washington
Imagem/Reprodução: National Geographic

E, mais uma vez, a árvore provou ser mais forte e conseguiu sobreviver a agressão sofrida, formando um “quadro” pitoresco, mas incrivelmente surpreendente.

5 – Plantas vs. Moinho, em Sorrento, Itália

Moinhos Sorrento na Itália
Imagem/Reprodução: National Geographic

É quase impossível, determinar como esse moinho foi inserido em meio as plantas, haja imaginação!

6 – Plantas vs. Navio, em Sydney, Austrália

Sidney na Austrália
Imagem/Reprodução: National Geographic

Navegar é preciso, destruir não. A cada busca, mais surpreendente é a capacidade da natureza sobreviver a tanta, digamos, “intervenção” do homem.

7 – Raízes de Árvore x Calçada, local desconhecido

Local desconhecido que consegue vencer os seres humanos
Imagem/Reprodução: National Geographic

Mesmo em meio ao avanço das construções e do cimento que de forma não sustentável, teima em desrespeitá-la, a árvore, sobrevive mostrando ser mais forte e ousadamente afirmando, esse é o meu lugar!

8 – Árvores vs. Construções em Angkor, Camboja

Comboja Árvores e Construções
Imagem/Reprodução: National Geographic

E, lá vai o homem, novamente invadindo um lugar que não lhe pertencia sem pedir licença, sem pelo menos tentar preservar um pouco que fosse, a beleza, dona do lugar.

9 – Pripyat, na Ucrânia

Pripyat Ucrânia Curiosidades
Imagem/Reprodução: National Geographic

A construção, “rasga” a floresta sem dó nem piedade, pois, o mais importante foi levantar prédios, mesmo às custas da destruição, sem se dar conta de que mais adiante, as pessoas que habitam o lugar, irão sofrer as consequências dessa atitude insana ao sentirem que, pela falta de um planejamento sustentável, a qualidade de vida será o prêmio pelo roteiro mal escrito pela mão do homem.

Todos nós, já estamos ou deveríamos estar conscientes de que somos responsáveis pela transformação pela qual passa o planeta, as catástrofes, tais como: tsunamis, enchentes, secas, mudanças climáticas assustadoras, tem sim origem nas ações impensadas do homem. Porém, ainda é tempo, sendo muito animador sabermos que em muitos países, pessoas se preocupam em reverter esse quadro, com muita criatividade pesquisando e descobrimento mecanismos capazes de melhorar a qualidade de vida, preservando a natureza.

Placas de Energia Solar da Solar City - Elon Musk
Imagem/Reprodução: Gigaom

Energia solar, veículos sem utilização de combustível fóssil, o incremento de saneamento básico nas grandes cidades, vida possível, com dignidade e, acima de tudo, pensando como seres racionais que conseguem entender que, recebemos um “tesouro” que bem cuidado, nos garantirá uma vida próspera baseada no amor, dignidade, riquezas compartilhadas, crescimento sim, ganância sinônimo de destruição, não.

Nos vemos no próximo #Nature!
Deixem seus comentários e compartilhem com os amigos! 🙂

Sonia Maria

Meu nome é Sonia Maria, sou carioca, com muito orgulho, advogada, empresária. Nas horas vagas adoro ler bons livros, dançar, viajar, namorar. E sou uma pessoa bastante obstinada, sei ser paciente, aliás, a paciência, é fundamental para que não desistamos dos nossos objetivos.