O retrocesso da virtude

Virtude palavra que, atualmente, anda meio esquecida neste mundo e, talvez a razão se encontre no seu extenso significado: o que expressa boa conduta; em conformidade com o correto, aceitável ou esperado; segundo a religião, a moral, a ética, o que segue os preceitos do bem, de normas morais. Senão vejamos: os políticos não tem o menor pudor em ultrapassar as práticas de boa conduta, mas ainda existem àqueles que observam esse preceito, são raros.

Corrupção no Mundo
Imagem/Reprodução: Prabhakar Mundkur

E, até mesmo um órgão chamado TSE, na semana passada, nos “brindou”, com um espetáculo onde os preceitos do bem e da apreciação das normas legais, foram solenemente ignorados!

Porém, não é só na política, no judiciário, que a “senhora virtude” retrocedeu, pois, ela deu em muitos e tristes momentos, uma imensa demonstração de retrocesso. As demonstrações de carinho e cuidado com o outro, cederam lugar às inúmeras demonstrações de grosseria e agressividade, sendo que em algumas situações do nosso dia-a-dia, as três palavrinhas básicas, por favor, desculpe e obrigado, foram substituídas por “grunhidos” de mal humor, sai da frente, não está vendo que está atrapalhando, etc…

Corrupção no Mundo
Imagem/Reprodução: FCPAméricas

O povo em grande parte, igualmente, deixou de “praticar” duas grandes virtudes que contribuíram também para um triste retrocesso da nossa sociedade: a virtude da solidariedade, que nos faz querer sermos ajudados naqueles momentos difíceis, sem contudo, deixarmos de entender que devemos estender essa ajuda ao próximo, e a virtude patriótica, que leva um povo a querer contribuir com seu trabalho para o progresso da nação.

A efetivação da virtude, que não deixa o homem se corromper nem querer corromper, ou seja, obter benefícios por meio de algo ruim, desonesto, ao invés de o fazer pelo método mais antigo desse mundo para gerar riqueza: o trabalho.

Diga NÃO a Corrupção!
Imagem/Reprodução: Sciences Po liepp

E há mais uma vertente nessa palavra mágica – só o homem tem a virtude de pensar. Entretanto, em uma sociedade que se auto denomina moderna, com uma tecnologia bastante avançada, descobertas extraordinárias em diversos campos, tais como ciência, engenharia, medicina, para citar apenas alguns, por incrível que pareça, o homem se esquece de “pensar”, de olhar para dentro de si mesmo e refletir sobre o que suas atitudes irão provocar fora do seu mundo, não pensa que pequenos gestos, podem fazer toda a diferença, inclusive, para a preservação do planeta, como por exemplo, não ser “cúmplice” de práticas abomináveis como queimar florestas, poluir os rios e oceanos, descartar lixo de forma inadequada, para citar apenas alguns.

Na religião, o segundo dos cinco coros que compõe a ordem dos anjos, são os guardiões dos seres humanos, seus protetores, para os que acreditam em sua existência, como eu.

A corrupção Mata!
Imagem/Reprodução: Lawyer Monthly

A aptidão para realizar os próprios objetivos eficazmente, com conhecimento e mérito, que na minha visão, pode também ser chamada de talento. Acredito que todos nós, nascemos dotados de alguma espécie de talento, embora muitos não saibam utilizá-lo, prefiram até ignorá-lo, pois, saber cultivar, desenvolver o talento é uma virtude.

Embora acredite firmemente que, a virtude, em todos os seus significados deva ser cultivada e praticada, temo que o retrocesso da mesma, em nossos dias, acabem por ferir de “morte”, algo que se não for resgatado, vá em um futuro não muito distante, cobrar uma “conta” bem difícil de pagar, porque não há qualquer “moeda” por mais forte capaz de superá-la.

Sonia Maria

Meu nome é Sonia Maria, sou carioca, com muito orgulho, advogada, empresária. Nas horas vagas adoro ler bons livros, dançar, viajar, namorar. E sou uma pessoa bastante obstinada, sei ser paciente, aliás, a paciência, é fundamental para que não desistamos dos nossos objetivos.


  • Mauro Sergio Vieira Colina

    Excelente! 🙂

    • Sonia Maria Custodio

      Mauro, boa tarde

      Obrigada.