Somos todos humanos?

Covid 19. O vírus que à todos aterroriza, infeliz realidade que chamou o mundo a uma outra realidade: somos impotentes, diante de algo tão misterioso, quanto desafiador. Porém, depois de um longo período, sem escrever, prefiro não me alongar, pois, creio ser mais importante que seja a oportunidade para uma breve, mas importante reflexão.

O mundo diante de tal “mistério” , quem sabe, poderá nos tornar seres mais solidários, menos EU e, mais NÓS?

Me desculpem a transgressão, pois, muitos dirão: poxa ela está conseguindo ver algo de bom em uma pandemia?

Bem, se depois de todo esse “furacão”, as pessoas se tornarem mais solidárias, àquela espécie de solidariedade permanente, ou seja, que não seja praticada apenas durante essa situação, com certeza, me permito afirmar, teremos todos um mundo melhor.

E torço para que amenos mais a nós mesmos e, como consequência, saibamos amar pra valer, o outro, aprendamos a valorizar: família, amigos, vizinhos, trabalho, doar mais tempo ao voluntariado, sonhar, curtir as maravilhas da natureza, aprender com as crianças (sim elas são nossos grandes mestres).

Bom, e as ideologias, a política, as religiões, os afccionados por football, etc…tudo isso, não pode ser mais importante do que algo fundamental: o SER HUMANO. Afinal, somente o HOMEM, tem em suas mãos a receita “mágica” para fazer do mundo um lugar onde valha à pena viver, mas viver com muito AMOR, sem lugar para o egoísmo, disputas idiotas, em especial, na política onde prevalecem os interesses pessoais, ao invés dos interesses do povo.

CONCLUSÃO:

Em todo o mundo, vamos dar às mãos, desejando que cada um dê o seu melhor, para que seja muito melhor para todos.

 

Sonia Maria

Meu nome é Sonia Maria, sou carioca, com muito orgulho, advogada, empresária. Nas horas vagas adoro ler bons livros, dançar, viajar, namorar. E sou uma pessoa bastante obstinada, sei ser paciente, aliás, a paciência, é fundamental para que não desistamos dos nossos objetivos.