O caminho da escolha

Pessoal, estamos vivenciando uma “experiência”, digamos nada fácil: o momento em que cada um de nós,brasileiros teremos de decidir sobre o destino da nação, mas de uma forma diferente, do que fizemos até agora, ou seja, o resultado de uma eleição, que crie um alicerce muito forte, para sustentar o peso de uma construção, chamada a Nova Naçao, que irá abrigar novos valores, novas responsabilidades, novos caminhos e cidadãos donos de seus destinos.

A começar por repensar nossos valores, como por exemplo: votar em alguém que nos respeite.  Por exemplo, ao invés de “benefícios”, que as vezes constranger as pessoas, tais como: submeter as pessoas a humilhação de horas, madrugada adentro, para se cadastrar para receber um dinheiro que mal cobre as necessidades básicas,  criar programas para ensinar as pessoas, a fim de que possam se preparar para empreender, ministrar cursos a fim de que possam ter chances no mercado de trabalho, mostrar que São capazes de se manter com dignidade, sustentar a família, sem precisar implorar por uma pseudo  ajuda que tem o objetivo de mante-las submissas.

O povo brasileiro é, acredito, um povo muito inteligente, criativo, solidário, mas está precisando usar essas qualidades a seu favor e não a serviço de uma política que só beneficia um “grupo” de “peseudos” salvadores da Pátria.

Minha gente ACORDA, pois, vamos lutar pelo nosso futuro que é, em síntese, o futuro do nosso país que, merece se transformar em uma nação próspera, rica em  saúde, educação, segurança, sejam um tripé onde as oportunidades, deixem de ser um mero discurso de suporte para alguns, para se tornar o caminho de todos, em especial, para aqueles que sintam orgulho de serem brasileiros e que, apesar de todos os desafios (a prova disso são muitos que nascem e crescem em situação de extrema pobreza) conseguem, com muita luta, vencer os desafios, conquistar uma vida próspera e, ainda se tornam exemplos de ajuda, com excelentes programas de transformação na vida de pessoas, para as quais estendem as mãos.

Portanto,  vamos aprender a escolher, mas sabendo que, os pseudos ” salvadores” da Pátria, os que nos vendem muita facilidade, do tipo: cestas disto, cestas daquilo, na verdade, nos querem submissos e, por isso, tudo o que não lhes interessa é que tenhamos acesso a: saúde, educação (um povo com conhecimento, para eles, é um perigo), segurança e que possamos nos tornar um, povo, dono do seu próprio destino.

Meu nome é Sonia Maria, sou carioca, com muito orgulho, advogada, empresária. Nas horas vagas adoro ler bons livros, dançar, viajar, namorar. E sou uma pessoa bastante obstinada, sei ser paciente, aliás, a paciência, é fundamental para que não desistamos dos nossos objetivos.