O poder da positividade

Sem dúvida alguma, estamos vivendo tempos difíceis, mas também é um tempo de muito aprendizado, tais como: sermos solidários, sentirmos mais amor por nós que é uma das melhores maneiras de amar o outro, olhar o mundo dando o sentido maior que, a vida, tem que ser um dar e receber, no qual, o egoísmo não tem vez, ser grato, ao invés de reclamar, mesmo nos momentos mais difíceis. Bem, todas às afirmações acima, devem servir para criar um caminho para algo que nos pode levar a uma vida melhor, tendo como base um alicerce poderoso, que atende pelo nome de positividade.

Alguns dirão que é fácil falar, mas difícil colocar em prática, no momento que vivemos algo tão devastador, ou seja, a Pandemia. Entretanto, mesmo não sendo fácil, impossível, não é. Vamos olhar à nossa  volta: todos os dias, mesmo de onde não esperamos, recebemos lições que nos mostram que, um dos grandes segredos para superarmos as dificuldades, tem tudo a ver com nossa maneira de encarar a vida.

Vejam esse exemplo: um vendedor ambulante que vende doces, perto da minha casa, mesmo com todas às dificuldades, olha para mim e diz: “agradeço todos os dias, pelo Dom da Vida, mesmo com todas às minhas dificuldades, jamais reclamo, porque estou vivo, vendo meus docinhos na rua, tenho dois filhos e, uma esposa que perdeu o emprego, mas eu digo a ela, não reclama que você está viva e acredita que vai conseguir voltar a trabalhar”.

Gente, todos nós temos problemas, mas saber superar, é uma arte. Então, olhemos à nossa volta. Vemos tantas famílias, sem qualquer perspectiva de conseguir um trabalho, sem ter sequer o que comer, pessoas destroçadas pela dor da perda de um ente querido, milhares hospitalizadas,  lutando para se salvar, equipes médicas no limite da exaustão e, mesmo assim, negando se entregar, desisitir, pois, sabem que, desistir, não é a opção a ser adotada.

E, eu assim como essa turma teimosa que se nega a desisitir, penso que se desistimos, o que restará? Como será possivel existir o mundo desta e das outras gerações? E, aí vão algumas sugestões:  doses maciças de Fé, pensamento positivo e ter a gratidão, como eterna companheira, reclamar, deve ser olhada como uma inimiga cruel (reclamar, significa, clamar duas vezes por coisas ruins).

Além disso, mesmo que você não professe qualquer tipo de religião, tendo Fé em si mesmo e na existência de uma Força Maior, creia-me, será possível superar. Antes que me esqueça: ajudar outras pessoas, irá fortalecer você e o fará sentir que, vale a pena estar vivo, sabendo que praticar a positividade, vai fazer o seu mundo muito, mas muito melhor.

Desejo que, esse artigo, sirva como reflexão e sintam como é importante, fazer parte da imensa legião daqueles que sabem fazer a diferença em suas vidas.

Meu nome é Sonia Maria, sou carioca, com muito orgulho, advogada, empresária. Nas horas vagas adoro ler bons livros, dançar, viajar, namorar. E sou uma pessoa bastante obstinada, sei ser paciente, aliás, a paciência, é fundamental para que não desistamos dos nossos objetivos.