Por um mundo melhor

Bem, sonhar, não é proibido, dar asas à imaginação, também não. Sendo assim, os convido a me acompanhar por uma estrada, pela qual iremos entrar no mundo encantado do “Faz de Conta”. Porém, quem sabe se, um dia, esse mundo possa se tornar real?

Vamos lá: todos os habitantes se respeitam, à natureza é preservada, o amor, sob todas às formas faz parte do dia a dia, a educação, à saúde, à segurança, o respeito, à família, são os grandes pilares dessa sociedade.

O preconceito, é algo que faz parte de um passado distante e, o conceito de que, negros e brancos, são diferentes, é algo tão remoto, quanto inaceitável.

Então por quê, ao invés desse mundo imaginário, que deveria ser o normal, temos um mundo com tantos conflitos, desamor, tristeza, guerras, principalmente às provocadas por motivos tolos, pelas fogueiras da vaidade?

Parem e pensem: o que temos à perder com tantas desavenças, egoísmo, desamor? Tudo

Temos que refletir sobre uma grande realidade: a vida, é curta demais para perdermos tempo contribuindo para um mundo onde todos saímos perdendo e, até mesmo os pretensos donos de tudo, afinal, acabam descobrindo que todos, sem exceção, só estão aqui de passagem, pois, a viagem, um dia chega ao seu final.

Porém, algo me diz que, devemos continuar lutando, acreditando que mesmo com tantos conflitos, a “guerra”, não está perdida.

Afinal muitos, querem fazer dessa vida, uma história onde os otimistas, os apaixonados, os amantes da natureza, os sábios, serão os grandes vencedores dessa disputa, onde terão como recompensa, um mundo muito, mas muito melhor.

Meu nome é Sonia Maria, sou carioca, com muito orgulho, advogada, empresária. Nas horas vagas adoro ler bons livros, dançar, viajar, namorar. E sou uma pessoa bastante obstinada, sei ser paciente, aliás, a paciência, é fundamental para que não desistamos dos nossos objetivos.