Vamos agasalhar?


Vamos agasalhar? É minha gente, esse é um convite a todos que sabem como é importante, viver em uma sociedade, mais justa, o que significa para mim, uma sociedade mais harmoniosa e, mais feliz.

Contudo, qual é o significado do verbo, agasalhar? A princípio, é acolher, dar abrigo, aquecer aos que, infelizmente, desvalidos da sorte, passam os dias ao relento, sem um agasalho que os proteja do frio. Nesse contexto, estão pessoas e entidades, que fazem um belo trabalho, recolhendo doações (os convido a doar, como eu faço), percorrendo as ruas, distribuindo agasalhos, salvando vidas, mas também distribuindo calor humano, olhando para os desvalidos da sorte, demonstrando carinho e a esperança de que dias melhores virão.

No entanto, a doação, vai muito além de agasalhar, e até mesmo de nutrir o corpo, pois, muitas das entidades e grupos de pessoas, distribuem alimentos. É muito importante, agasalhar a alma, dando carinho, olhando para o outro, com respeito, compaixão. Os desvalidos, em muitos casos, estão no abandono das ruas, por total falta de opção: desempregados que, perderam a condição mínima de pagar aluguel, ou até mesmo por não terem como manter a casa, mesmo sendo própria, sem conseguir comprar o alimento, roupas, ou seja, sem a mínima condição que todo ser humano deve ter para se sentir, gente.


Sem demagogia, ou qualquer intenção de dar lição de moral, convido à todos que têm o privilégio de ter trabalho, casa, comida, uma família, alguém que lhe dê carinho e amor, a olhar à sua volta com muita atenção para àqueles que nada têm de seu e que, com certeza, dariam tudo para ter uma vida com um mínimo de dignidade.A começar à “agasalhar” os desvalidos da sorte, não apenas com roupas e alimentos, mas também doando um pouco que seja do seu tempo, acolhendo com carinho, com um olhar que possa transmitir ao outro, uma mensagem que signifique: olhe para mim, porque estou aqui para você, porque assim como a minha, a sua vida, é importante.

Alguns dirão, que muitos estão morando na rua, por escolha própria, mas isso não retrata a realidade da maioria. Quando passarem por essas pessoas, não apenas olhem para elas, aprendam a ouvi-las e, sempre que possível, ajudem. Se não for de forma pecuniária, uma palavra de incentivo e respeito, acreditem, pode fazer toda a diferença. E, tem mais, olhe para dentro de si mesmo, e sinta como essa “troca de energia”, o fará se sentir muito bem. O “agasalho”, não é somente o vestir o corpo, mas também a alma, a sensibilidade do outro, que pode fazer toda à diferença, sei disso, por experiência própria.

De uma pessoa que conheço, e que doa o seu tempo e dinheiro, para agasalhar, ouvi a seguinte declaração:


“Muitas das vezes, ao estender um prato de comida, para os desvalidos, eles me olham e, desse olhar, vem a mensagem: obrigada, mas me ajude à sair da rua, me ajude à voltar à ser alguém de verdade”.

Desejo a muitos que possam doar, na medida do possível, mais do que roupas e alimentos, também um olhar, que transmita compaixão, um olhar de agasalhar de verdade, uma troca de amor, de respeito, a esperança de um mundo melhor.

E você, o que achou do artigo? Compartilhe com os amigos! 🙂

Imagem/Reprodução: iStock

Meu nome é Sonia Maria, sou carioca, com muito orgulho, advogada, empresária. Nas horas vagas adoro ler bons livros, dançar, viajar, namorar. E sou uma pessoa bastante obstinada, sei ser paciente, aliás, a paciência, é fundamental para que não desistamos dos nossos objetivos.